The Titan of Twilight – Troy Denning

Titan Twilight
The Titan of Twilight

Na conclusão da saga, Twilight of Giants, Tavis novamente precisa agir para salvar não só sua esposa, a rainha Brianna, mas também para salvar seu filho. Na conclusão, a proporção dos inimigos aumenta absurdamente e a batalha final toma proporções épicas. De um lado um titã imortal do vale do crepúsculo que deseja criar o filho de Brianna para ser o próximo imperador do grande reino de Ostória, e de outro, uma aliança entre os “giant-kins” (chamarei de agigantados), das raças firbolgs, verbeegs e fomorians que desejam matar a criança, pois um respeitado profeta anteviu que a criança traria grande destruição ao mundo, e em especial, aos agigantados.

Neste contexto, o companheiro de Tavis, Basil sugere que a única forma de salvar sua família é encontrando uma arma mítica que teria sido de um deus, o machado Sky Cleaver, cuja lenda diz poder cortar qualquer coisa, até mesmo uma montanha inteira.

Um dos pontos altos da aventura é a perseguição que ocorre logo no início do romance, sendo Brianna ainda grávida, e prestes a dar a luz, o alvo de ataques de gigantes e agigantados. O nascimento da criança é todo um episódio muito tenso e (confesso) chegou a me deixar apreensivo e quase enjoado.

Acontecem muitas reviravoltas até o confronto final formando um desfecho proporcional para a saga. No final, a sensação de ter conhecido parte de um universo ficcional improvável, mas instigante. Como conjunto, para quem curte fantasia, definitivamente vale a leitura desta trilogia.

Leia Mais

A Giant Among Us – Troy Denning

Giant Among UsA história segundo livro da trilogia Twilight of Giants inicia-se um ano após os eventos de The Ogre´s Pact.

O reino de Hartsvale encontra-se em guerra contra as raças de gigantes. Tavis Burdun, Avner, a Rainha Brianna e o verbeeg Basil encontram-se com o príncipe Arlien de Gilthwit que busca uma aliança entre Hartvale e seu reino. Em meio a um ataque de gigantes, buscam refúgio no castelo de Cuthbert, um dos condados de Hartsvale. Perseguindo a rainha, os gigantes estabelecem cerco contra o castelo e Tavis, agora guarda-costas de Brianna, se vê entre o dilema de seu amor pela rainha e o dever de protegê-la. Neste sentido, decide afastar-se dela e precisa escapar do cerco e buscar auxílio do exército da rainha, em outro condado.

Porém, além a ameaça do cerco dos gigantes, Tavis e seus companheiros descobrem que há forças ameaçando a rainha de dentro do castelo sitiado. Com o desenrolar da história mergulhamos um pouco mais no passado mitológico da região nórdica de Forgotten Realms. Mais detalhes sobre o espírito do crepúsculo (Twilight Spirit) são revelados e também sua relação com o antigo império de Ostória, governado pelos gigantes. Também conhecemos mais sobre os costumes e cultura belicosa dos gigantes de gelo e um pouco sobre os altos padrões de honra da raça dos gigantes de pedra.

O suspense se forma em torno das possibilidades de salvação da rainha, cuja situação torna-se cada vez pior. Ao mesmo tempo, a sobrevivência de Tavis é ameçada a cada passo, assim como de seus companheiros Basil e Avner. Um dos pontos fortes do segundo livro está justamente no clima tenso que é estabelecido ainda no início da trama e mantém-se até as últimas páginas. Outro, está relacionado ao vilão. Na medida em que vemos conhecendo o interessante antagonista este torna-se cada vez mais detestável, superando o papel ocupado pelo ogro Goboka, do primeiro livro, The Ogre’s Pact.

Seguindo o estilo característico do autor, A Giant Among Us apresenta muita ação, personagens cativante e cenas bem construídas. Após a metade, o romance assume um clima mais tenso que seu predecessor, fazendo com que não consigamos parar de ler, na expectativa de conhecer o desfecho da trama. A séria conclui no terceiro romance, The Titan of Twilight, que já estou lendo e estará aqui brevemente. Para saber mais sobre a série, o autor e outros títulos dele, consulte nossa resenha de The Ogre’s Pact.

Leia Mais

The Ogre’s Pact – Troy Denning

Muitos talvez não conheçam o escritor Troy Denning, pois não existem títulos do autor traduzidos para a língua portuguesa. Troy começou sua carreira com designer de games na TSR em 1981, mas logo passou a se dedicar à escrita de romances como membro do departamento de livros da TSR. Escreveu cerca de 20 livros para três diferentes ambientações do RPG Dungeons & Dragons: Forgotten Realms, Planescape e Dark Sun. Um destes romances, Waterdeep, chegou à lista de best sellers do New York Times. Além disso, entre 2001 e 2009 escreveu cerca de 11 romances do universo expandido de Star Wars.

Meu contato com este ótimo escritor veio através da série de cinco livros que tive a sorte de adquirir, The Prism Pentad (1991-1993). Livros do cenário Dark Sun que Denning ajudou a criar juntamente com Tim Brown and Mary Kirchoff e que foi ricamente ilustrado pelo excelente, Gerald Brom. Tornei-me fã instantâneo.

Muitos anos depois, vi numa prateleira (e adquiri) os três livros da série The Twilight of Giants (1994-1995), cujo primeiro volume é justamente The Ogre’s Pact. Levou anos até a fila andar, mas fico feliz de finalmente retornar a ler este autor.

Recheado de ação, The Ogre’s Pact apresenta o reino de Hartsvale cuja dinastia de reis humanos conseguiu conviver em paz com seus vizinhos: diversas raças de gigantes e derivados. A princesa deste reino, Brianna, é raptada por ogros e cabe ao experiente batedor, Tavis, um gigante da raça firbolg, viabilizar o resgate. Porém, há algo a mais que um simples rapto e Tavis e seus companheiros deparam-se com um terrível segredo que pode por fim à dinastia de reis de Hartsvale ameçando a paz de toda a região.

As regiões ermas, com picos gelados, cavernas, cordilheiras hostis, rios e cachoeiras, florestas de clima temperado e vales gélidos próximas a Hartsvale são o cenário de boa parte da trama. Tavis e seus companheiros, Avner, um rapazote humano e Basil, curioso gigante da raça verbeeg, lutam para resgatar a princesa e ao mesmo tempo, limpar seus nomes junto ao guarda costas de Brianna, Morten, um firbolg como Tavis, e dos condes e tropas de Hartsvale, que os implicam como possíveis cúmplices do rapto da princesa.

Conforme o avanço de Tavis e seus companheiros, as dificuldades se acirram e um resgate e sua própria sobrevivência ficam cada vez mais difíceis. O autor provê boa ação, temperada com sacadas inteligentes do protagonista que através de suas habilidades como guia e escolta, consegue entender as intenções e movimentos de seus inimigos, ler sinais do clima e do terreno, usando-os a seu favor para garantir uma chance de sucesso em sua empreitada praticamente impossível.

Outro aspecto bem trabalhado na história é a presença de magia, que ora do lado de seu aliado, Basil e ora sob o comando do principal oponente, o xamã e ogro Goboka, produzem diversas reviravoltas que mantém um clima de ação e suspense. Além de confrontar os inúmeros ogros comandados por Goboka, Tavis e seus companheiros encontram aliados e oponentes entre os poderosos, mas estúpidos gigantes das montanhas.

O desfecho é tenso e abre espaço para os romances seguintes da série, The Giant Among Us e The Titan of Twilight, que espero comentar aqui em breve.

Para quem lê em inglês e curte romances recheados de ação e fantasia, The Ogre’s Pact certamente não irá decepcionar, mesmo para aqueles (como eu) que saibam pouco, ou quase nada, sobre o cenário de RPG, Forgotten Realms. Algo que aprendi com os romances de Troy Denning é que eles transcendem o contexto dos cenários de RPG dos quais surgiram, constituindo boas histórias em si, com personagens bem elaborados, cenas de descrição muito vívida e tramas que capturam a atenção do leitor.

Leia Mais