Eu Sou Grimalkin – Joseph Delaney

Essa é uma novidade na série, pois há uma inversão total de ponto de vista sendo a história contada na visão de Grimalkin, a temível bruxa assassina do clã Malkin. É uma personagem conhecida na série, que apareceu, primeiro como antagonista de Tom Ward e do Caça-Feitiço, mas acabou se tornando uma aliada, pois possuem um terrível inimigo em comum: O Maligno.

A principal virtude dessa história passa pela mudança de protagonista que dá novos ares à série. O autor consegue, com sucesso, estabelecer uma anti-heroína, assassina e que ainda assim, uma vez entrando em seu ponto de vista, consegue cativar a simpatia do leitor.

Os primeiros livros da série são excelentes, mas no decorrer dos demais, sentimos que algo ia se perdendo, talvez, a capacidade de introduzir elementos novos, mas neste novo livro tudo se renova e a série volta a vibrar.

A protagonista é muito bem construída, pois são introduzidos elementos do seu passado, passamos a conhecer melhor seu código de ética, um pouco mais de seus poderes mágicos e há também uma nova personagem, sua aprendiz Thorne. Tudo isso em meio a uma missão dificílima que é enfrentar um grupo de inimigos que querem de volta a cabeça do Maligno, mas que também são fortes o suficiente para torná-la fragilizada. Isto faz com que ela, a despeito de sua força e orgulho, precise buscar aliados para evitar que o Maligno retorne.

Não se trata de um conto à parte da série, mas uma continuação direta dos eventos do livro anterior. E em sua conclusão, deixa o leitor esperando pelos próximos volumes da série.

Leia Mais

A Batalha – As Aventuras do Caça-Feitiço, livro 4 – Joseph Delaney

Chegamos ao quarto livro desta divertida série que tem mantido um bom nível. Uma terrível ameaça paira sobre o Condado. Tom, o Caça-Feitiço e Alice vão para Pendle, a província onde Alice nasceu e que é infestada por bruxas malévolas.

Mesmo sendo bom, é possível notar a repetição de uma fórmula que talvez prejudique os próximos volumes. Não houve grande desenvolvimento em relação aos personagens como nos livros anteriores, mas a parte de ambientação e trama continuam muito boas.

Em Pendle, 3 clãs de bruxas rivais estão para se unir a fim de trazer de volta à terra o Diabo. Um pouco mais da história da mãe de Tom é revelado, um pouco mais sobre seus irmãos e também temos a introdução de uma nova antagonista, a bruxa assassina Grimalkin (que retornará num próximo livro da série). Outra antagonista interessante que aparece é a bruxa Mab que parece ter uma queda por Tom, fato que pode levar várias complicações para o rapaz.

As coisas estão tensas para Tom, uma vez que membros da sua família estão sob sério risco e ele precisa correr muito para salvá-los. Um aspecto interessante no que diz respeito à ambientação é que começam a ser abordados temas políticos, como uma guerra e o papel que as autoridades possuem no Condado.

E para variar, a sensação de clima sombrio e de horror continua sendo muito bem trabalhada pelo autor. Essa é uma série voltado para um publico adolescente, mas continuo querendo devorar esses livros. Já comprei os próximos volumes. E vamos adiante!

Leia Mais

O Segredo – As Aventuras do Caça-Feitiço, livro 3 – Joseph Delaney

BCapa O Segredorrrr, que frio! A coisa esfria no terceiro volume desta série infanto-juvenil. Um inverno longo, duro e cruel se aproxima. E que lugar terrível é a casa de inverno, em Anglezark, lugar onde Tom Ward, sua amiga Alice e John Gregory, o Caça-Feitiço, vão passar uma temporada.  

Tom é o aprendiz do Caça-Feitiço local, ou seja, seu trabalho é capturar bruxas, ogros e espantar fantasmas.

Na continuidade da trama, vão surgindo cada vez mais fatos sobre o misterioso passado do Caça-Feitiço. E a quantidade e teor dos desafios que Tom tem que enfrentar parecem apenas aumentar. Tom terá que descobrir se as estórias que dizem sobre um antigo espírito maligno, Golgoth, são verdadeiras. Ao mesmo tempo, descobrir alguns dos segredos bem guardados por seu mestre.

A cada novo livro que começo a ler, vem aquele medo de que a coisa toda se esgote, ou perca o ritmo. Mas isto ainda não aconteceu com essa série. O terceiro prende tanto a atenção quanto seus antecessores.

A casa de inverno revela-se como um lugar medonho, escuro e com um porão recheado de criaturas das trevas aprisionadas. Há evolução e reviravoltas na relação de Tom com sua família, com Alice e com o próprio Caça-Feitiço.

Um dos novos personagens que surgem é um antigo conhecido do Caça-Feitiço, que logo no início da trama, pede a Tom para entregar uma carta a seu mestre. O Caça-Feitico, como é de seu feitio, é reticente com as dúvidas de Tom e mais um mistério começa…

Ao longo da trama, novas dúvidas vão surgindo (e resurgindo) quanto em quem Tom deve confiar. A a confiança, ou falta dela, poderá causar terríveis consequências para Tom e seus companheiros.

Novamente, (a fim de escapar de spoilers) só cabe repetir que que Joseph Delaney é um escritor muito habilidoso e que conseguiu construir, até aqui, uma série incrível que tem boa dose de aventura, suspense e horror.

Leia Mais

A Maldição – As Aventuras do Caça-Feitiço, livro 2 – Joseph Delaney

É o segundo livro dessa série e veio para mostrar que aquilo que começa bem, pode sim, melhorar.

Nesta nova aventura o jovem Thomas Ward e seu mestre, o Caça-feitiço, vão enfrentar ameaças ainda maiores do que a velha Mãe Malkin. Tom começa trabalhando sozinho para tentar capturar o Ogro (Boggart no original) que mantém aprisionado o irmão de seu mestre, uma vez que ele está adoentado. Aqui vale uma ilustração do clima do livro, com pequeno, mas passável spoiler. O padre, irmão do Caça-Feitiço, está preso na igreja, com uma das pernas, já gangrenando, puxadas para dentro uma fenda feita pelo ogro que suga e se delicia lentamente o seu sangue.

Como no primeiro livro, o autor consegue trazer sentimentos macabro, medo e uma atmosfera sombria. Há um grande aprofundamento nos personagens já apresentados e começamos a conhecer um pouco do passado do  velho Gregory (Caça-feitiço).

A amiga de Tom, a bruxa Alice, também está de volta e seu envolvimento na trama e no confronto ao Flagelo, o principal antagonista sobrenatural do livro. Além de ameaças sobrenaturais, os personagens terão de confrontar a figura do terrível e cruel inquisidor da igreja que quer eliminar bruxas, caça-feitiços, sendo culpados ou não, a fim de obter poder para si e garantir o monopólio da igreja no assunto de enfrentamento ao sobrenatural. Mesmo sendo “apenas” humano, inquisidor é uma figura muito assutadora também.

Esse segundo livro é totalmente imersivo, daquele tipo que não queremos para de ler um minuto sequer. Acabei lendo em menos de 3 dias.

Muito da estória se desenrola em torno da cidade de Priestown (local com grande concentração de religiosos) onde um antigo espírito maligno foi aprisionado em antigas catacumbas. É um ótimo exemplo de criatura maligna… Algumas passagens nas quais a criatura tenta tom através de seus sonhos e também as referências aos padres que ele enlouqueceu e fez se suicidarem, mostram a natureza vilanesca e corruptora da criatura. Além disso, sua capacidade de esmagar as pessoas, achatando-as no chão, é uma coisa medonha também. Ao longo do livro, vão chegando informações sobre o passado desse mundo, suas criaturas, tradições e história. Sobre isto, temos a impressão de que nos próximos livros veremos essa ambientação se tornar ainda mais rica.

A relação de Tom com Alice continua muito interessante e há tensão crescente neste segundo volume. É também notável a capacidade do escritor de narrar e descrever de um modo muito atrativo, criando a atmosfera adequada e deixando cada paragrafo e passagem aprazível.

Apesar de voltado ao publico juvenil, pode mesmo constituir uma boa aventura para adultos também, com personagens memoráveis, tensão, trama interessante e boa dose mistura de terror visual/físico com horror psicológico.

Muito recomendado!

Leia Mais

O Aprendiz – As Aventuras do Caça-Feitiço, livro 1 – Joseph Delaney

Resolvi matar minha curiosidade quanta a esta série e não me arrependi! Este é um livro muito bem escrito, em primeira pessoa, e que me fez vencer o trauma causado por “O Nome do Vento”, ufa!

Thomas Ward é o sétimo filho de um sétimo filho que vem a ser selecionado para ser aprendiz de um mago. Bem, não imagine um mago soltando raios e transformando pessoas em animas, no original, a série usa o termo Spook, que serviria para qualquer tipo de assombração ou coisa sobrenatural. A Solução da tradução foi o termo Caça-Feitiço, que achei um pouco estranha, mas tudo bem.

Então, Thomas precisa deixar a segurança de seu lar para ingressar numa carreira ingrata, cheia de perigos e mistérios. Seu mestre é um sujeito durão, mas realista quanto aos “ossos do ofício” e não facilita as coisas para ele como aprendiz. Thomas tem que aprender tudo o que puder para lidar com bruxas, fantasmas, demônios e outras coisas, mas já em seus primeiros dias de aprendizado acaba se envolvendo num caso muito perigoso. (mais…)

Leia Mais