Surpresa em lançamento de livro

Nesta quinta-feira 03/04, tive a oportunidade de presenciar algo especial e diria, incomum. Um lançamento de livro de fantasia, de autor brasileiro e estreante que foi um grande sucesso. Trata-se do livro VEYENOR – A VINGANÇA DE KHAOS, de Marcelo Lacerda, editado pela editora Leitura.

Quem me deu a dica, foi o irmão do autor, um colega de trabalho. Fui lá para adquirir o livro e fazer contatos, afinal, há uma editora na minha cidade editando autores novos do gênero de fantasia, tudo a ver com meu trabalho aqui.

Mas lá, me surpeendi ao encontrar uma legião de crianças, fãs de carteirinha do autor, fazendo fila para ter o livro autografado. Marcelo é mesmo uma pessoa carismática e vem trabalhando com crianças há um bom tempo e penso que seu livro é um subproduto deste trabalho. Há alguns anos ele criou um jogo chamado Guerra dos Anéis, que é uma espécie de RPG coletivo para grupos de mais de 20 (festas) até mais que quatrocentas crianças (como no caso das vezes em que o jogo ocorreu durante colônias de férias).

Com isso, durante as 12 horas do dia em que o livro foi lançado, este vendeu 474 cópias. Um número de se respeitar, pois até mesmo o último livro da série Harry Potter, vendeu no lançamento na mesma livraria 168 unidades.

Eu mesmo adiquiri um e digo que foi um livro muito bem produzido. Ainda não tive chance de ler muito, mas sei que seu conteúdo despertou o interesse de muitos meninos e meninas. Uma lição no quesito inovação para criar e promover estórias. Fica meu reconhecimento ao Marcelo por sua façanha e que seu trabalho abra mais espaço no mercado nacional para a literatura de fantasia!

Leia Mais

Participação no Fantasy Festival

O evento foi muito bacana, sem dúvida o com mais diversidade de atividades até então em Belo Horizonte. A organização estava muito boa e muita gente participou. Fizemos alguma divulgação do Multiversos, porém mais modesta do que no EIRPG.

Encontrei alguns colegas de RPG que não via a muito tempo e tive retorno positivos de algumas pessoas que estão lendo o Olhos Negros. Esse retorno positivo, para mim, já pagou o evento.

Participei, como principiante, do torneio de D&D Minis. Foram 13 participantes e fiquei na nona posição. Apesar de não ser jogador usual, achei legal participar do torneio…

Alguns contatos interessantes e um pouco de diversão para variar. Valeu!

Leia Mais

Ida ao XV EIRPG

Primeiro ficam meus parabéns para os organizadores do evento. Este ano estava de fato bastante completo, com muitos stands bacanas, torneios, palestras, mostras, etc. Tudo muito bem organizado e funcional.

Além disso, a grande surpresa foi a Fantastion 2007. Evento paralelo que rolou no qual participei bastante.

Participei da oficina, O que é literatura fantástica, com escritora Rosana Rios. Fiquei pessoalmente impressionado com a palestrante que fez uma exposição clara e linear a respeitor do tema proposto. Ainda tivemos de bônus um divertido jogo de criação literária. Nosso grupo ficou o desafio de juntar um Klingon e uma sereia, numa aventura no Condado… O resultado foi surpreendente.

Depois tive a chance de bicar o encontro presencial do GELF (Grupo de Estudos de Literatura Fantástica). O encontro coordenado pela mesma, Rosana Rios, foi bastante proveitoso. Fizemos um estudo sobre os limites entre a realidade e magia baseado em um trecho da obra de Terry Pratchett. Depois desta bicada, fomos convidados a participar no grupo. Passei a integrá-lo a partir de hoje e estou animado com as possibilidades.

Assisti também a palestra: A herança sobrenatura: do gótico à ficção científica por Adriana Amaral.

Neste dia ainda assisti ao divertido filme Gamers.

No dia seguinte ouvir o bate papo entre os editores Douglas Quinta Reis (Devir), Adriano Fromer Piazzi (Aleph) e Giulia Moon (Scarium) foi muito instrutivo. Ajudou a entender melhor algumas relações do mercado editorial, no qual ainda estou engatinhando.

Após a palestra, Dragões: Mitou ou Realidade?, assisti a mesa-redonda: Como transformar uma idéia em uma boa história. Foi muito bom! Os debatedores e escritores, André Vianco, Martha Argel e Giulia Moon foram fantásticos. Para mim, fecharam o evento com chave de ouro.

Em resumo: ótima organização e programação. Só lamento não ter tido a chance de ver tudo. Havia muitas coisas simultâneas e interessantes que forçavam uma escolha.

E se você nunca foi a um Encontro Internacional de RPG, fica minha dica: não perca o próximo!

Leia Mais